•  
     

Você sabia que o criador da latinha da Pringles foi enterrado em uma delas?

Antes de morrer, o inventor da embalagem das famosas batatas informou sua família que seu desejo era ser enterrado junto de sua principal criação

Imagem


As batatas Pringles são vendidas em mais de 140 países, o que gera um lucro anual de mais de um bilhão de dólares. E quem já teve uma amostra dessa famosa embalagem nas mãos sabe que ela não serve somente para conservar as batatas, mas também para muitas outras finalidades e projetos de faça você mesmo. O que talvez ninguém imagine é que, diante dessa versatilidade toda, a latinha de Pringles também já serviu de urna funerária.

Isso mesmo! E quem foi enterrado em um desses tubos foi justamente Fredric John Baur, o responsável pelo design da embalagem. Baur faleceu em 4 de maio de 2008 e teve seu corpo cremado. Muito antes disso, na década de 1980, ele já havia revelado à família seu desejo de ter suas cinzas armazenadas em uma das latas que criou.

Embora os filhos do criador tivessem dúvidas quanto à veracidade do pedido, eles resolveram cumprir a vontade do pai e depositaram parte de suas cinzas em uma embalagem de Pringles original. Então, o tubo foi enterrado. A pequena porção restante das cinzas foi colocada em uma urna tradicional e entregue a um dos netos de Baur.


Imagem


Enquanto alguns consideram que as batatas Pringles foram inventadas por Alexander Liepa, vale lembrar que a patente do produto pertence ao próprio Friedric Baur, que era químico e idealizou as batatas. O problema é que a fórmula desenvolvida por Baur não tinha um sabor atraente e foi então que Liepa melhorou o produto e teve seu nome associado à invenção da Pringles.

Além de ter criado a fórmula e a embalagem, Fredric Baur também foi o responsável pelo formato ondulado em que as batatas são produzidas até hoje. Dessa maneira, o formato especial e a embalagem diferenciada do produto colaboraram para que as batatas chegassem quase intactas ao consumidor, diferente do que costumava acontecer com os pacotes.


Fonte