•  
     

Você é um patrocinador ou recrutador

Olá, como vai você?
Espero que tudo bem contigo e com sua família com a graça de Deus.
O sonho de muita gente é dar adeus ao patrão, demitir o chefe, fazer seus horários e principalmente trabalhar em casa.

Mas nem tudo são flores para quem resolve conquistar uma renda extra à partir de casa ou para quem resolve mudar mesmo de vida.
Essa tirinha representa um pouco do que quero falar hoje:

Eu particularmente valorizo MUITO a vida que levo porque num passado não tao distante assim, minha rotina era completamente diferente e no entanto igual a de milhões de pessoas não só pelo Brasil mas pelo mundo afora.

Um emprego é a troca de tempo por dinheiro e nessa relação nem sempre a produtividade real é levada em consideração.
Hoje, a rotina que eu tenho é beeeeem mais fácil do que nessa época onde eu tinha um emprego e horários à cumprir, mas isso exige de mim, o que muitas pessoas não tem: DISCIPLINA.

Eu ligo meu computador a hora que levanto e só o desligo quando vou dormir. Eu não passo o dia sentada na frente do computador conectada no MSN, mas sempre estou a dar uma olhadinha, responder algum email, assessorar meus indicados, quando tenho um tempo leio alguma coisa, estou por dentro de outras propostas, do que acontece com outras empresas, enfim, MMN é a minha profissão. Eu estou ligada!

O não ter horário fixo é uma grande vantagem visto que a pessoa pode ter um emprego e investir algumas horas vagas, mas ao mesmo tempo se a pessoa não tiver determinação, ela simplesmente não trabalha!

Um dia é porque está calor e vai dar uma volta na praça, outro dia porque tem jogo do time do coração, outro dia porque está acabando a novela das 8, a internet em si tem mil atrativos e os dias passam tão rápido. Páre e pense, daqui pouco mais de 60 dias já é Natal... o ano está simplesmente acabando...

Quando se tem filhos dentro de casa então... aí complica mais ainda, porque quando eu comecei meu negócio minha filha era muito nova. Então minha rotina girava em torno dela e eu fazia malabarismo para encaixar minha nova atividade na rotina dela: de dormir durante o dia, das refeições e lanchinhos, dos passeios, dos banhos de sol... não foi fácil e quem é mãe sabe disso, mas eu fui à luta, e sempre fui dando um jeito. Com disciplina e com vontade de fazer o negócio dar certo, fui plantando minhas sementes, e aí elas começaram a dar frutos e isso foi me deixando mais animada e empolgada com o projeto e foi fluindo naturalmente.

Eu tinha mil razões para dizer que não ia dar certo porque eu não ia conseguir ter tempo para trabalhar, mas me virei nos 30 e consegui arrumar o tempo que eu precisava para me dedicar ao negócio...mas isso exige DISCIPLINA e responsabilidade também.

Num MMN a gente chama para si a responsabilidade de fazer dar certo.

Nada de ficar culpando o patrocinador, de ficar botando defeito na proposta da empresa, isso só faz os fracassados. A pessoa determinada pensa grande, faz seus objetivos, ergue a cabeça e vai à luta! E quem luta sempre vence!

Se você está ainda pensando em fazer um MMN nas suas horas vagas, olhe um pouco para si mesmo e reflita: Eu conseguirei trabalhar sem ninguém mandando eu fazer algo?

Eu vou ter força de vontade para aprender e fazer meu negócio dar certo sem arrumar desculpas para mim mesmo?

Pois MMN é para todos! Mas nem todos são para o MMN!

Porque fazer x ou y porque tem um chefe mandando é fácil!

O dificil é você mesmo ser o empregado e o chefe, fazer suas próprias metas e ir atrás! Cordialmente Consultor FR - Deni Vasconcelos

https://www.frpromotora.com/index.php?id=45028148

 
Eu pretendo ser programador em c++, então posso acabar trabalhando em casa também. Mas primeiro vou ter que suar muito com patrão na orelha :/ Qualidade de vida = Qualidade no trabalho!