•  
     

Vândalos jogam pedras na polícia e despejam carga de soja na pista

Confronto fechou a pista de acesso ao Porto de Santos.
Rodovia Cônego Domênico Rangoni tem 4 quilômetros de tráfego.


Imagem

A Polícia Militar e um grupo de manifestantes entraram em confronto na manhã desta segunda-feira (24) em Cubatão, no interior de São Paulo. O grupo fechou a rodovia Cônego Domênico Rangoni e a situação estava pacífica por toda a manhã. Porém, vândalos começaram a jogar pedras na polícia, colocaram fogo em pneus e despejaram a carga de um caminhão na pista.

De acordo com a polícia, os manifestantes haviam entrado em acordo com os policiais e deixariam a pista livre às 10h30. Quando uma parte se deslocava da via, cerca de 20 pessoas começaram a agir com vandalismo, jogando pedras na polícia e despejando a carga de um caminhão que transportava soja na pista. O grupo também queimou pneus na alça de acesso à Cônego Domênico Rangoni.

Protesto

Mais de 500 pessoas estão reunidas em uma manifestação na cidade de Cubatão, no interior de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (24). Os manifestantes fecharam a rodovia Cônego Domênico Rangoni, na pista sentido Guarujá, a partir do quilômetro 268.

O bloqueio dificulta o acesso dos caminhoneiros que tentam chegar na margem esquerda do Porto de Santos, para descarregar ou buscar cargas nos terminais. Segundo a polícia, há aproximadamente quatro quilômetros de congestionamento na via. O motorista deve evitar aquela região. A única alternativa para quem sai de Cubatão e vai para a cidade de Guarujá é a travessia de balsas.
Os manifestantes pedem redução das passagens e passe livre para atletas e estudantes. Todo o efetivo da Polícia Militar de Cubatão, cerca de 10 viaturas, está acompanhando o protesto. Por enquanto, o movimento está pacífico, sem confronto entre policias e manifestantes.

De acordo com a Ecovias, concessionária que administra o sistema Anchieta-Imigrantes, o trânsito já reflete na rodovia Anchieta, que registra tráfego intenso do quilômetro 60 ao 55 no sentido capital. O trânsito também é lento na via sentido litoral, com tráfego do quilômetro 34 ao 55. Moradores e trabalhadores de Cubatão também sofrem as consequências do manifesto, as vias urbanas estão congestionadas na cidade.

Fonte: http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/no ... pista.html
 
quando vai parar isso ja deu ja
 
povo alienado, bandido que é bandido não quebra loja, não rouba tv e muito menos fica depredando veículos, isso não passa de uma jogada do sistema para diminuir as reivindicações da população, não sejam tolos, o povo está apenas expondo um sentimento de revolta, sem mais