•  
     

Tubby App: rede social promete vingar homens das avaliações do Lulu

Um aplicativo para homens darem nota para as mulheres, conhecido como "Tubby App", já tem data marcada ser lançado: sete dias, contando a partir desta quarta-feira (27). A promessa de revanche ao app Lulu, onde mulheres avaliam homens, foi feita na página oficial do novo serviço, pelo Facebook, que antes mesmo do lançamento já conta com mais de 3 mil fãs.

Imagem

Apesar de ainda não ter saído do papel, os organizadores já comemoram o crescimento do número de adeptos em sua Fan Page. Nos comentários, muito se fala sobre vingança e as possíveis hashtags que serão usadas. Em muitas delas, entretanto, usuários se exaltam com comentários mais pesados, deixando as preferências sexuais das mulheres explicitadas. No Lulu, apesar de permitido, muitas avaliações focam o tom de brincadeira, revelando hábitos dos rapazes, como #FilhinhodaMamãe, #SobreviveNaSelva ou #NãoSabeNemFritarOvo.

Em entrevista ao TechTudo, um dos idealizadores do projeto, Rafael F., garante que não se amedronta sobre os rumos do aplicativo e possíveis processos, assim como aconteceu recentemente com o Lulu. "Não tememos processos. O app é legitimo e sem intenções de atacar as mulheres, até porque o app não está finalizado e, por ora, ninguém tem como fazer isso. Mas estamos preparados para o que acontecer", explica.


Rafael é um dos três jovens envolvidos na criação do Tubby App. Aos 22 anos, o desenvolvedor tem como sócios o designer Guilherme S., de 21 anos, e Lívia Gusmão, analista de mídias sociais, com 32. Prevendo uma enxurrada de tags com conteúdo obsceno, o grupo já se precavê das possíveis tags: "temos um algoritmo para detectar hashtags mais pesadas, que serão moderadas", revelou.

Apesar de aguardar este tipo de conteúdo, eles não pretendem lançar o app com muitas tags pré-definidas. Dentre as opções oferecidas, revelam, estarão: #ohhlaemcasa #amanteprofissional, #grandeamiga, #extrovertida, #decidida. O desenvolvedor ressalta que a ideia é listar o trivial; nada agressivo como alguns aguardam: "o brasileiro tem uma mente muito criativa e vamos esperar pelas hashtags dos nossos usuários".

É esperar para ver o que vem por aí. Se cumprida a promessa, o app estará disponível para download no Android e iOS no dia 3 de dezembro.


#FONTE