•  
     

Transformando o pendrive em memória RAM? RISCOS E VANTAGENS!

A tecnologia Ready boost foi criada para o Windows Vista. Entretanto uma empresa
(provavelmente russa ) desenvolveu o programa para
XP e 2000/2003.
Já usei e funcionou perfeitamente.
Segue link
LINK PARA MAIS INFOMACOES

Obs. : Lembre-se que o XP só gerencia 3 gb.

Quanto ao argumento de queimar deve ter sido porque o Pen foi tirado sem desabilitá-lo ou outro motivo.
Não tem lógica o que o nosso colega acima falou.



Bem, vamos a duas observações.

Em tese, sim, é possível que o windows queime o pendrive, pois ao utilizá-lo como memória RAM, estará realizando operações de leitura/escrita num número de vezes infinitamente maior do que o pendrive foi projetado. Digamos que esta característica, conhecida como "ciclos de escrita", seja de um milhão. Ou seja, você pode gravar, em média, um milhão de vezes no pendrive antes dele queimar. Você nunca vai chegar nem perto disto, com uso normal.

O problema é que o Ready Boost vai fazer centenas de escritas por segundo, e aí, um belo dia, você perde o seu pendrive. Isto é uma característica das memórias flash, inclusive, é recomendação da Asus, em seu manual, que ao usar windows combinado com discos SSD, seja desativada a memória virtual.

Agora, vamos ao ganho de desempenho. Existe? Não! O Ready boost não dá nenhum ganho satisfatório, pelo contrário, gera perdas, em micros que possuem mais de 2GB de memória RAM, o que é o normal hoje, principalmente quando estamos falando em máquinas com o windows vista.

Ou seja, estes programas não apenas são uma balela, que não melhoram em nada o desempenho, pelo contrário, pioram, como, de fato, detonam o pendrive.

Impressionante que alguém fale que não queima e sequer se lembra que memórias flash tem ciclo de escrita.


Voto: diante do exposto, recomendo não utilizar qualquer programa que supostamente melhore o desempenho do sistema utilizando o pendrive como memória virtual.