•  
     

Testamos o Meizu MX3, o 'xing-ling' de fazer muito smartphone comer poeira

A mais recente aposta da Meizu, uma das maiores fabricantes de eletrônicos chinesa, é o Meizu MX3. O TechTudo testou o aparelho durante a CES 2014, que acontece nesta semana em Las Vegas, Estados Unidos, e se surpreendeu. Confira as primeiras impressões do simpático "xing-ling".

Imagem

O Meizu MX3 roda o sistema Flyme OS 3.0, baseado no Android 4.2. Visualmente, ele se assemelha ao que comumente vemos na personalização de fabricantes, como Samsung, Sony e LG. Há recursos extras interessantes, como o "hold", feito para pessoas com mãos pequenas, que têm dificuldade de manusear smartphones grandes, e o "visitor mode", que permite criar uma interface independente da usada pelo usuário para "visitantes" ocasionais.

Imagem

O visual do MX3 é nteressante. Ele é fino e muito leve, o que faz com que o aparelho seja razoavelmente confortável de se usar. A traseira branca plástica, que foi a do aparelho que testamos, pode ser trocada por outras coloridas. Na parte frontal, não há botões físicos, apenas um círculo luminoso sensível ao toque que faz as vezes de botão "home".

Imagem

Imagem

A tela do smartphone tem 5,1 polegadas e resolução Full HD (1080 x 1800 pixels). O Meizu MX3 conta com processador quad-core de 1,6 GHz, além de 2 GB de RAM. Há quatro opções de armazenamento interno: 16 GB, 32 GB, 64 GB e 128 GB, uma espécie de compensação para a ausência de slot para cartão microSD.

Imagem

A câmera principal do MX3 tem 8 megapixels, enquanto a frontal, ideal para videochamadas, tem 2 megapixels. A bateria, de 2.400 mAh, fecha as características do celular.

Imagem

O Meizu MX3 é um smartphone de respeito. A má notícia é que a companhia não atua no Brasil, então é bastante improvável que vejamos o aparelho à venda nas lojas daqui.

#FONTE
 
eita ..... eu com um celu desse eu tava feliz de maiiisss !!!
 
Caranba ele é muito lindo *-*
 
Gostei, pena que não vai ser vendido aqui !