•  
     

Smartphone modular do Google custará a partir de US$ 50

Imagem


O Google revelou alguns detalhes sobre o projeto Ara, cuja ideia é permitir que os consumidores montem seus próprios smartphones comprando cada peça separadamente. Em entrevista à TIME, a empresa informou que, em sua configuração mais básica, o aparelho custará apenas US$ 50.

Dentro de algumas semanas o Google terá um protótipo pronto; a expectativa é que ele chegue ao mercado no começo de 2015, mas não se sabe ainda em quais países ele será posto à venda.

No caso do modelo mais barato, a companhia adotou a curiosa estratégia de minimizar a importância do telefone para favorecer o acesso à internet. Isso porque o smartphone de US$ 50 não terá a função de chamadas telefônicas, sua única forma de conexão será o Wi-Fi. A empresa acredita que, com o tempo, o dono do aparelho comprará as peças necessárias para mudar isso.

Os smartphones do projeto Ara poderão ser adquiridos em três tamanhos: mini, medium e jumbo. Como cada módulo terá em média 4mm, o aparelho pode chegar a ter 10mm de espessura – mais que os 7,6mm do iPhone, mas menor que aparelhos como Lumia 1020.

Paul Eremenko, chefe da divisão responsável pelo Ara, disse à TIME que a intenção do Google é fazer pelo hardware o que o Android e outras plataformas abertas fizeram pelo software, diminuindo a dominação do setor, que hoje está nas mãos de algumas marcas. Os módulos poderão ser feitos com impressoras 3D, justamente para facilitar a fabricação.

O projeto Ara é responsabilidade do ATAP - Advanced Technology and Projects (Grupo de Tecnologia e Projetos Avançados), que era da Motorola e ficou com o Google quando a empresa de telefonia foi vendida para a Lenovo.


Fonte