•  
     

Smartphone LG G Flex tem tela curva e capa que se 'regenera' de arranhões

Curvatura faz aparelho se encaixar melhor ao rosto durante ligações.
G Flex foi mostrado na feira CES, em Las Vegas, e chega por US$ 1 mil.


Imagem

As telas curvas, que prometem uma visualização mais confortável do conteúdo na tela, não são mais exclusividade dos televisores de alta e de ultra-alta definições. Os smartphones já adotam o formato e, depois de ter sido lançado em outros mercados, é a vez de os Estados Unidos receberem o G Flex, da LG. O G1 testou o aparelho na feira Consumer Electronics Show (CES) 2014, em Las Vegas, nos Estados Unidos.


Imagem

O dispositivo chega ao país por US$ 1 mil no segundo trimestre nos EUA e, além da tela diferente de qualquer outro celular, possui um revestimento em na parte de trás que se recupera sozinho de arranhões, apagando-os. Não há previsão de lançamento no Brasil.
O fato de a tela de 6 polegadas ser ligeiramente curva torna a visualização de conteúdo no G Flex mais confortável aos olhos. Quem não gosta de assistir a filmes nos smartphones por conta da tela pequena não terá problemas. O uso de aplicativos e a navegação do menu também é beneficiada com a curvatura, criando um efeito único.
A LG afirma que o formato do aparelho proporciona uma captação melhor do áudio enquanto se fala ao telefone, uma vez que o microfone do G Flex fica mais próximo da boca do usuário. Do mesmo modo, sua curvatura permite que se encaixe confortavelmente ao rosto durante uma ligação.


Imagem

Outro ponto que a fabricante destaca é que o aparelho fica em uma posição confortável ao ser guardado no bolso traseiro da calça. Como ele pode ser flexionado levemente, não há risco de a tela quebrar.
E por falar em danos ao aparelho, o G Flex tem em sua carcaça um recurso que faz o smartphone parecer sempre novo. Isso porque o revestimento da parte traseira do modelo é feito de um material plástico especial que se "regenera" de arranhões e aguenta até 20 vezes a pressão se comparado a outros aparelhos.
Caso você coloque o celular em um bolso com chaves e aconteça um risco acidental, por exemplo, em cerca de três minutos a capa começa a recuperar sua forma, fazendo com que a marca desapareça. É claro que arranhões propositais e mais profundos, que chegam a arrancar parte desse material, não se "curam" sozinhos.
O LG G Flex tem processador de 2,2 GHz de quatro núcleos ("quad core"), câmera traseira de 13 Megapixels (MP) e display OLED de 6 polegadas.


Imagem

Fonte
 
Lá: 1000 dólares. No Brasil: 5000 reais.
 
Nossa bem loco imagina se la ta esse proço imagina o preço que vai vir pro Brasil