•  
     

Samsung poderia ter comprado Android há 10 anos, mas recusou

1670413371712100-t640.jpg


Em 2003, o programador Andy Rubin e sua equipe criaram a empresa Android Inc. A pequena companhia tinha uma proposta muito simples em mente: criar um novo sistema operacional para celulares. Até então, o sistema operacional Android não pertencia à Google. Porém, o que poucos sabem é que talvez ele pudesse nem ter chegado às mãos da empresa de Larry Page e Sergey Brin.

Em 2004, um ano depois da fundação da empresa, Rubin estava procurando apoio para desenvolver o seu software. Uma das primeiras reuniões que conseguiu marcar para apresentar o seu produto foi com a gigante sul-coreana Samsung.

A companhia examinou o Android e decidiu não apostar na empresa por não ver nele nenhum potencial naquele momento. Diante de pelo menos 20 executivos da Samsung, Rubin e sua equipe de sete pessoas saíram da reunião com um “não”, mas não desistiram de procurar uma alternativa para financiar o projeto.

“Você e qual exército vão criar isso? Vocês têm apenas seis pessoas, estão loucos?”, basicamente foi o que eles me disseram na reunião, explica Rubin. Esse fato curioso aconteceu duas semanas antes de a Google nos fazer a primeira oferta de compra.


E depois todo mundo sabe o que aconteceu

A passagem acima está descrita no livro “Dogfight: How Apple and Google Went to War and Started a Revolution” (“Dogfight: Como Apple e Google foram para a guerra e começaram uma revolução”, em tradução direta), de Fred Vogelstein.

Depois do ocorrido, em 2005, a Google fez uma oferta de US$ 50 milhões pela empresa de Andy Rubin e essa acabou sendo uma das decisões mais acertadas de toda a história da companhia. Rubin comandou até março de 2013 a divisão de Mobile e Conteúdo Digital, até ser chamado para tocar outros projetos dentro da empresa.

Atualmente, o executivo é o responsável pelos projetos na área de robótica dentro da empresa. Curiosamente, a Samsung se tornou uma das maiores clientes do Android, sendo hoje a principal fabricante de smartphones com o SO que um dia ela considerou um “investimento sem potencial”.


#Fonte
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.
 
UWOLLLLLLLLLL' sabia disso não,obrigado por me informa!