•  
     

Saiba como identificar um smartphone falso para não ser enganado

Com o estrondoso sucesso e popularização dos smartphones em todo o mundo, as grandes fabricantes do setor têm sido constantemente alvos da falsificação de seus principais modelos. Diante de cópias cada vez mais perfeitas, compradores em potencial deverão ficar bastante atentos no momento da compra. Pensando neste tema, o TechTudo elencou as principais dicas para que você possa fugir dessas armadilhas e saber se um aparelho é mesmo o original.

Imagem

Selo da Anatel

Para que as fabricantes de celulares possam comercializar seus modelos no mercado brasileiro, elas deverão, primeiramente, submeter seus dispositivos à homologação da Anatel. Tal processo visa o atendimento de requisitos e normas adotadas no país. Uma vez homologado, o smartphone deverá apresentar atrás de sua bateria ou no manual do usuário um selo com o logotipo da agência reguladora.

Caso você pretenda adquirir um dispositivo no mercado brasileiro, fique atento a esse detalhe, e exija que o mesmo possua o selo da Anatel. Porém, caso compre um aparelho no exterior, ele não virá com o selo do órgão brasileiro, então outros detalhes deverão ser analisados para verificar se o produto é original.

Comparação de imagens e verificação do nome

Outro ponto que deve ser observado com muito cuidado é a aparência do smartphone. Atualmente, modelos falsificados estão cada vez mais parecidos com os originais, e para não ser enganado, verifique minuciosamente detalhes como o logotipo da fabricante, a localização dos botões, a espessura do aparelho, as bordas e o nome do dispositivo. Qualquer característica suspeita pode significar que o produto é uma cópia “pirata”.

Imagem

Especificações técnicas

Ao colocar um dispositivo à venda, é absolutamente normal e indicado que lojas e sites disponibilizem as especificações técnicas do produto. Partindo desse pressuposto, é fundamental que os compradores verifiquem tais informações nos sites oficiais das fabricantes e as confrontem com aquelas disponibilizadas pela lojas. Qualquer diferença entre as características do aparelho pode mostrar logo de cara que o dispositivo é falso.

É cada vez mais comum, por exemplo, observarmos em anúncios da Internet, smartphones “Galaxy″ sendo anunciados com configurações variadas como tela de 3 polegadas, suporte a três chips, 1 MB de memória RAM, etc. Se você conferir no site da fabricante, poderá constatar que tais características estão aquém daquelas especificadas para o modelo original.

Portanto, fique atento a estes detalhes, e confira com bastante calma os dados técnicos do dispositivo que você deseja comprar.

Imagem

Compras em sites e lojas confiáveis

Se você costuma receber e-mails de sites ou lojas desconhecidas, as quais anunciam aparelhos famosos por preços bem abaixo do normal, desconfie. Antes de efetivar uma compra pela Internet, é muito importante que o comprador verifique a reputação do vendedor que está oferecendo o produto.
Com o objetivo de alertar aos consumidores a respeito das armadilhas da Internet, o Procon-SP divulgou uma listagem com 275 sites não recomendados para compras na web. Assim, sempre garanta que o site ou a loja seja certificada, e evite comprar produtos eletrônicos em páginas de leilões e produtos usados, a não ser que tome conhecimento de todos os detalhes.

Imagem

Número IMEI

Outra forma de constatar a legitimidade de um smartphone é pela verificação do número internacional de identificação do aparelho, o chamado IMEI. Geralmente, aparelhos falsificados não possuem este número, ou, então, adotam uma numeração clonada.
Para descobrir o IMEI de um smartphone, o consumidor possui duas opções distintas: digitar *#06# no teclado do aparelho e verificar a etiqueta impressa colada em sua caixa. É importante que tanto o número apresentado no visor quanto o da caixa do dispositivo sejam idênticos.

Garantia e Nota Fiscal

Por último, esta dica pode parecer bastante óbvia, mas muitos consumidores não se atentam à necessidade de exigir a nota fiscal e o certificado de garantia do dispositivo no momento da compra. Ao ser enganado, e comprar um aparelho falsificado, com toda certeza você não conseguirá obter o suporte técnico da fabricante que também foi lesada. E neste caso, você realmente constatará quais são os malefícios de adquirir um dispositivo falso.

Fonte
 
lol meu smarthope e chingling