•  
     

Ponte revela acordo com o Corinthians para vender Cleber

Timão terá ajuda de investidores para pagar R$ 8 milhões à Macaca pelo zagueiro. Valor cobre a multa rescisória para o mercado nacional

Imagem

Os detalhes que separam a assinatura de contrato entre Cleber e Corinthians não impedem a Ponte Preta de confirmar o fim da novela com o zagueiro. Após reunião na noite da última terça-feira, o presidente da Macaca, Márcio Della Volpe, confirmou ao departamento de futebol do clube campineiro que entrou em acordo com o Timão para vender o defensor por R$ 8 milhões. A cúpula do Corinthians não oficializa a contratação, mas admite que a negociação está em estágio avançado. Entre clube e jogador, já está tudo acertado.

– O Márcio voltou de São Paulo e deu a informação que está fechado. Foi um bom negócio para a Ponte – se limitou a dizer o executivo de futebol da Ponte, Ocimar Bolicenho, à Rádio Bandeirantes, no início da tarde desta quarta-feira.
O valor cobre a multa rescisória para o mercado interno. Com um contrato bem amarrado, a Macaca também conseguiu satisfazer suas pretensões. O Timão terá a ajuda de investidores para realizar a compra. Os direitos de Cleber são divididos entre Ponte Preta (60%, sendo 30% ao presidente afastado Sérgio Carnielli), empresários (30%) e o próprio jogador (10%). O vínculo iria até 2015.

Desde que o zagueiro deixou claro o desejo de defender um clube grande do Brasil, a Ponte avisou que não abriria mão de receber uma boa recompensa pela sua parte. O Internacional chegou a fazer uma proposta de R$ 5 milhões, mas a Macaca recusou. O São Paulo foi outro que tentou, sem sucesso, tirar Cleber do Majestoso. Para o desfecho positivo com o Timão, pesou também o bom relacionamento entre as diretorias.

Recentemente, os clubes foram parceiros na ida de Guilherme Andrade para o Parque São Jorge e nos empréstimos dos meias Ramírez e Giovanni para a Macaca. Até por isso não foi necessário o pagamento ‘direto e reto’ da multa rescisória. Como estavam dispostos a definir o impasse sem conflitar os interesses, os lados chegaram a um denominador comum e fecharam verbalmente o negócio. A Ponte ‘levou’ menos que os R$ 9,73 milhões oferecidos pelo Basel, da Suíça – a proposta foi aceita pelo clube, mas recusada pelo jogador –, porém, ficou satisfeita com o acordo. A expectativa é que a oficialização saia até o fim da semana.

A permanência de Cleber no Majestoso ficou insustentável depois que o jogador acusou a diretoria da Ponte de enganá-lo na revisão de contrato, no fim do ano passado, subindo a multa rescisória de R$ 3 milhões para R$ 8 milhões (para o mercado interno) sem avisá-lo. A Ponte rebateu as acusações e garantiu que o processo foi feito dentro da legalidade. Nos últimos dias, o clima esquentou de vez com críticas de ambos as partes. O gerente de futebol Marcus Vinícius chamou Cleber de 'ingrato'. O atleta, por sua vez, disparou: 'estão falando m... de mim'. O ambiente ruim entre jogador e Ponte favoreceu a investida do Timão.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/ponte-preta/noticia/2013/06/ponte-confirma-acordo-com-o-corinthians-para-vender-cleber.html
 
Zagueirinho pé de chinelo !