•  
     

Pequeno chip permite que médicos tenham visão 3D de dentro do coração

20822069019143823-t640.jpg


e alguma vez você já sonhou em ver como o seu coração funciona por dentro, então saiba que sua chance pode estar mais perto do que imaginava. Pesquisadores da Georgia Tech desenvolveram um pequeno chip que é capaz de fornecer uma visão tridimensional em tempo real de dentro do nosso músculo mais vital e de suas vias sanguíneas.

Em seu corpo de singelos 1,5 mm, o dispositivo conta com nada menos que 56 transmissores de ultrassom e 48 receptores. Ao colocar o chip na ponta de um cabo de cateter cardíaco, ele pode ser guiado por meio do sistema circulatório do paciente para fornecer uma visão interna detalhada do coração, das artérias coronárias e vias sanguíneas periféricas, ajudando os médicos a localizar e avaliar com mais precisão quaisquer bloqueios no sistema de circulação.

Segundo o líder do projeto, F. Levent Degertekin, a maioria dos aparelhos atuais para esse tipo de tarefa fornece apenas imagens de cortes seccionais, o que não satisfaz as necessidades dos doutores. “Se há um artéria que está totalmente bloqueada, por exemplo, você precisa de um sistema que te conte o que está na sua frente. É necessário ver o que está adiante, atrás e nas paredes laterais de uma vez só”, ressalta.


Desenvolvendo e melhorando

20822069019143852-t640.jpg


No futuro, a equipe pretende desenvolver uma versão do chip capaz de guiar intervenções dentro do coração sob visualização por ressonância magnética. Além disso, também há planos de reduzir o tamanho do dispositivo para colocá-lo em um cabo-guia de 400 micrômetros de diâmetro.

Com o chip atual concluído, o próximo passo é o início de testes em animais para demonstrar as aplicações potenciais da tecnologia. Posteriormente, o aparelho deve ser licenciado para uma companhia estabelecida de diagnósticos médicos para que sejam realizados os testes necessários para a obtenção da aprovação pelo órgão de regulação norte-americano, o FDA.


#Fonte
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.