•  
     

Nintendo diz que Full Screen Mario é ilegal e pretende retirar o jogo do ar

A primeira versão do Super Mario Bros (NES) para o navegador Google Chrome mal chegou ao mercado e já está com os dias contados. Desenvolvido pelo estudante universitário, Josh Goldberg, o game rodava diretamente no site fullscreenmario.com. Nele era possível reviver a primeira aventura solo do encanador da Nintendo sem precisar instalar nada. No entanto, a empresa japonesa não gostou da ideia e disse que o jogo infringe os direitos autorais, sendo assim, pretende retirá-lo do ar.

Imagem

A Nintendo está buscando a remoção do jogo por ferir os seus direitos. Em uma declaração ao jornal Washington Post, a empresa de videogame japonesa disse que ‘respeita os direitos de propriedade intelectual e de outras empresas, e por sua vez espera que os outros respeitem os direitos deles” Pois, os gráficos e músicas do game ainda são da empresa japonesa. Josh assumiu que não conseguiu a autorização da Nintendo para criar o site e que não estava preocupado com estas questões ao desenvolver o jogo para navegadores.

Se seguisse a lei antiga de direitos autorais, a Nintendo perderia o direito intelectual do Mario em três meses, já que o prazo estabelecido na época do registro, em janeiro de 1986, era de 28 anos.

No entanto, com,o o lobby da indústria do entretenimento é forte por lá, o Congresso dos Estados Unidos ampliou o tempo de propriedade intelectual. Assim, os direitos do Super Mario Brothers foram estendidos para o ano de 2082. Ou seja, o povo terá que esperar 69 anos, para que o encanador bigodudo italiano caia nas graças do domínio publico norte-americano.


#FONTE
 
aqui ainda ta online xD
nao sei porq mais fico meio lagado aqui.
por min nao vai fazer muita diferença se tirarem o stie do ar, ainda da pra baixar o jogo e curtir pra se distrair.