•  
     

Homem declarado 'morto' vence eleição para prefeito no México

Polícia investiga atestado de óbito emitido quando o prefeito eleito era investigado em caso de estupro.

Um mexicano oficialmente morto em 2010 liderou uma campanha política e foi eleito prefeito de uma cidade do Estado de Oaxaca.

Lenin Carballido é o novo chefe do poder Executivo de San Agustín Amatengo, pequeno município de 1,4 mil habitantes. Ele ganhou as eleições após fazer uma campanha com o slogan 'Unidos pelo Desenvolvimento'.

A polícia diz que a família de Carballido conseguiu um atestado de óbito em seu nome em 2010. Na ocasião, ele era investigado por um estupro ocorrido em 2004.
Os investigadores estão apurando se Carballido forjou o documento.

Imagem

'Diabetes'

O partido de Carballido, o Partido da Revolução Democrática, de esquerda, agora diz que foi enganado pelo candidato e defende que ele não tome posse.

'Quando ele registrou sua candidatura, apresentou todos os documentos, a certidão de nascimento e um atestado negativo de antecedentes criminais', conta o representante do partido, Rey Morales.

'Ele enganou o cartório e as autoridades eleitorais', disse.

Segundo a imprensa local, no atestado de óbito consta que Carballido morreu de 'causas naturais' decorrentes de um coma originado por um quadro de diabetes.
O atestado foi assinado por um médico e registrado no cartório local.

Carballido agora terá de enfrentar a Justiça, e o processo referente ao caso de estupro pode ser reaberto.

Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/07/homem-declarado-morto-vence-eleicao-para-prefeito-no-mexico.html