•  
     

Garoto de 17 anos vende Aplicativo por 120 milhões de reais :D

Segundo jornal inglês, Nick D'Aloísio vendeu o Summly para o Yahoo! por cerca de 40 milhões de libras.

Imagem

Nick D'Aloísio, um jovem londrino de apenas 17 anos, acaba de se tornar um dos mais novos milionários do mundo da tecnologia. O garoto inventor de um aplicativo chamado Summly vendeu o software móvel para o Yahoo! e, segundo especulações da imprensa inglesa, deve receber uma fortuna de até 122 milhões de reais na transação. O valor não teria sido confirmado pela família do jovem e nem pelos respectivos compradores.
Organizando notícias

Tudo começou em 2011. Ele queria ler notícias em seu aparelho móvel, mas ficar procurando as novidades no Google era algo que o fazia perder muito tempo, além de trazer resultados ruins e muito desorganizados.

Foi aí, segundo ele, que surgiu a ideia do Summly – na época chamado de Trim It. Em seu quarto em Wimbledon, no sul de Londres, D'Aloísio teve então a ideia de criar um algoritmo que fosse capaz de resumir os resultados de busca automaticamente, organizando as notícias e priorizando itens mais importantes.

Imagem

Com tudo pronto, Nick lançou o programa em julho de 2011. Em pouco tempo ele foi eleito o aplicativo da semana, algo que turbinou os seus downloads e resultou em muita publicidade espontânea. Pouco tempo depois, ele já estava contando com o apoio de várias personalidades, como Yoko Ono e Ashton Kutcher.

Com tanto sucesso, o programa seguiu crescendo de forma sólida e muito rápida. Desde então, ele mudou de nome, se tornando o Summly, e passou a mostrar notícias e artigos de mais de 250 publicações "online" parceiras do aplicativo. Ele também traz os textos de forma reduzida, mostrando tudo em no máximo 400 caracteres.
Por um Yahoo! mais mobile

E por que o Yahoo! investiu tanto no programa? Segundo as especulações de alguns sites especializados dos Estados Unidos, a ideia, por incrível que pareça, é descontinuar o Summly, ignorando a crescente base de clientes que utiliza o serviço.

Imagem

Na verdade, o interesse da companhia está no algoritmo e em encontrar maneiras de utilizar a tecnologia desenvolvida pelo jovem em alguns novos produtos. Com isso, a empresa pode lançar produtos diferentes e aumentar a sua base de serviços móveis.

Talvez por isso, o acordo de compra ainda prevê que o garoto terá um cargo de trabalho na empresa em tempo integral por pelo menos 18 meses, ou seja, quem sabe as ideias empreendedoras de Nick D'Aloísio ainda possam render alguns frutos para o Yahoo!.


Fonte
http://www.tecmundo.com.br/yahoo-/37972 ... -reais.htm
 
Caramba man , mt dinheiro :o o cara nem precisa trabalhar mais !
 
Caramba, que aplicativo é esse ? o cara nem precisa mais trampar kkk