•  
     

Criador da Oracle quer produzir energia limpa e barata no Havaí

Imagem

Em 2012, o fundador da Oracle, Larry Elisson, desembolsou cerca de US$ 600 milhões na ilha de Lanai, a sexta maior do Havaí, para chamá-la de sua. Dois anos depois, o bilionário - que é a oitava pessoa mais rica do mundo, com fortuna estimada em US$ 39 bilhões - quer provar que o negócio não foi fruto de pura excentricidade.

Ellison anunciou esta semana planos para transformar o paraíso havaiano em um laboratório ecológico. O objetivo é produzir uma "nova geração de energia" limpa e verde que seja economicamente viável, baseada em photo-tech (energia solar) com captação de vento e gás natural liquefeito.

O bilionário, que não atua mais na Oracle, se mostra preocupado com o futuro da indústria energética e acha que as energias renováveis podem substituir os combustíveis fósseis utilizados na América do Norte, especialmente nos Estados Unidos. “Acreditamos que podemos demonstrar que a energia verde pode ser muito econômica. Agora a energia verde é consideravelmente mais cara do que os combustíveis fósseis convencionais”, disse em evento.


#FONTE