•  
     

Conheça o novo RG digital de SP

Chegou a vez de São Paulo; depois do Rio de Janeiro, agora são os paulistanos que terão também uma nova carteira de identidade digitalizada. O modelo promete ser mais econômico e seguro que o atual e, entre as novidades, o destaque fica no código bidimensional impresso na parte de trás do documento.

O processo de coleta das impressões digitais e assinatura é 100% digital e leva poucos minutos para ser executado. Os dados biométricos do cidadão são guardados digitalmente em um banco de dados do governo do Estado. A novidade garante que cada pessoa tenha um único documento baseado na sua biometria.

Os RGs emitidos no novo formato são impressos em papel especial, com película protetora e borda diferenciada. Além disso, o número do documento aparece em vermelho e negrito, para facilitar a visualização. A foto e a impressão digital são mais nítidas do que no modelo antigo também. Mas a grande novidade está na parte de trás. Os dois códigos bidimensionais, similares aos QR Codes, trazem informações da cédula como número, data de emissão, nascimento, nome, nome do pai e da mãe, naturalidade e até validade.

Um segundo QR Code impresso no RG dá acesso instantâneo à foto do indivíduo, que é armazenada na nuvem para consulta imediata. Tudo é criptografado, o que garante uma segurança ainda maior para o cidadão. O código só é lido por um aplicativo específico, que será usado por qualquer autoridade quando necessário. A precisão dos códigos bidimensionais é acima dos 99%.

No Rio de Janeiro, nove milhões de pessoas já possuem um RG mais moderno. Em São Paulo, a expectativa é que até o fim de 2014 o novo sistema esteja implantado em todos os postos do Estado. Em dois anos, a estimativa é de que as impressões digitais de 20 milhões de pessoas estejam cadastradas.

Você sabia que não existe unicidade nem padrão dos documentos de identificação no Brasil? Pois é, cada estado tem seu próprio RG. Se você quiser conhecer mais detalhes do documento do Rio e até saber como tirar uma nova carteira de identidade, confira os links logo abaixo deste vídeo.


#FONTE