•  
     

Como escolher a melhor fonte para economizar energia no seu computador

A fonte é um dos itens mais importantes ao comprar um novo PC ou fazer melhorias no antigo. Esse equipamento é responsável por fornecer energia aos periféricos e uma boa escolha pode garantir a maior vida útil do aparelho e também economia na conta de luz. Para te ajudar, o TechTudo reuniu tudo o que você precisa saber para comprar a melhor fonte para economizar energia no seu computador.

Conheça os principais erros ao montar um computador e saiba como evitar

Imagem

As fontes são responsáveis por alimentar o computador de energia, além de manter a estabilidade do sistema em longo prazo, evitando curtos e outros defeitos que poderiam queimar um dos outros componentes. O que mais atrapalha nesta decisão é fato de que fontes (de um ponto de vista tecnológico) não são difíceis de se fazer e por isso o mercado está abarrotado de produtos genéricos com preço baixo e qualidade duvidosa.

Como escolher a melhor fonte?

O primeiro passo será sempre escolher uma fonte de uma marca confiável. Nunca compre algo que você não ouviu falar e sempre pesquise resenhas do produto que você deseja antes de adquiri-lo. Procure por marcas de boa reputação como Corsair, Seasonic, Antec, Thermaltake, Coller Master e Outervision, que apesar de mais caras são sinônimos de produtos melhores.


Imagem

Outro detalhe importante é a garantia do produto, as melhores fontes são feitas para não queimar ou dar defeitos, o padrão deste tipo de componente gira em torno de cinco anos. Não é recomendável aceitar fontes que ofereçam menos do que isso como garantia.
Uma boa fonte para o seu PC, também é normalmente bem pesada. Desconfie de produtos leves tão comuns no mercado de genéricos. A fonte de qualidade tem capacitores e transientes melhores, uma série de dissipadores de calor, além de uma enorme ventoinha para manter tudo isso resfriado. Se a fonte é muito leve, significa no geral um número pequeno de dissipadores (que são placas de metal que ajudam a espalhar o calor) e uma ventoinha pequena, ou seja muitas vezes elas são ineficientes para deter surtos de super-aquecimento e podem acabar queimando todo o seu computador


Imagem

É importante checar também que todos os conectores da fonte são compatíveis com o seu computador. Normalmente, em torres de formato ATX utiliza-se cabos com o sistema 20+4 e 6+2 de pinagem (podendo ser apenas 20 em PCs mais antigos). Lembre-se de verificar primeiro o que a sua placa mãe exige nesse sentido.

Como escolher a fonte mais econômica?

A característica que normalmente recebe mais destaque na hora de comprar uma fonte é a sua potência. Ainda que a mesma seja fundamental, é importante saber que quanto maior for a quantidade de watts do seu produto, melhor terá de ser a fonte que você vai comprar. A única forma de ser verdadeiramente econômico nesta situação é calcular quanta energia todos os componentes do seu PC precisam e comprar uma fonte que esteja apenas pouco acima disso. Existem dezenas de sites e programas que te ajudam nessa conta, o mais popular deles pode ser encontrado na Outer Vision.
Normalmente um computador normal precisará de uma fonte entre 400 e 750 watts de potência, o último caso se você tiver vários coolers e uma boa placa de vídeo. Ainda sim, no que concerne consumo, você não deve se preocupar de ter uma fonte com potência grande, se o seu produto aguenta até 750 watts, mas consome apenas 300 este será o número que você terá que pagar em termos de energia.


Imagem

A única forma de poupar um pouco a sua conta de luz é procurar fontes de máxima eficiência, isto é, fontes que operam próximas do 100% do quociente de eficiência (eficiency rating). É muito fácil distingui-las de outros produtos, já que a partir de 80%, todas as fontes passam a exibir um pequeno selo de qualidade (como 80+ Bronze, e vai subindo de número e “metais” até chegar ao Platinum). Ainda sim, fontes com este tipo de certificação costumam a ser as mais caras do mercado e as vezes não valem a economia de energia gerada por elas.

TECHTUDO