•  
     

CEO da Apple decide "SAIR DO ARMÁRIO"

Tim Cook assume homossexualidade: 'Tenho orgulho de ser gay'

Tim Cook escreveu um artigo para a Bloomberg nesta quinta-feira, 30, no qual trata abertamente sobre sua sexualidade pela primeira vez. "Tenho orgulho de ser gay, e eu considero que ser gay está entre os maiores presentes que Deus me deu", afirmou.

O CEO da Apple ressaltou nunca ter escondido esse fato e, ainda que muitos de seus colegas na empresa tenham conhecimento sobre isso, não há um tratamento diferenciado. "Claro, eu tive a sorte de trabalhar para uma companhia que adora criatividade e inovação e sabe que isso só pode aflorar quando se abraça as diferenças das pessoas."

"Sair do armário" publicamente, segundo Cook, foi uma decisão pensada nos que não têm essa sorte. Ser gay deu ao CEO da empresa que detém o título de marca mais valiosa do mundo a percepção do que é estar na pele de uma minoria. Ele compreendeu que deixar isso claro poderia ajudar a sociedade a entender que não há diferenças entre brancos, negros, homens, mulheres, heterossexuais e homossexuais.

Há muitos lugares, comentou Cook, em que os chefes podem demitir empregados por serem gays. Essas pessoas podem ser impedidas de visitar os parceiros quando estão doentes e até de compartilhar heranças.
image.jpg


"Eu não me considero um ativista, mas percebo o quanto tenho me beneficiado pelo sacrifício dos outros", escreveu o executivo. "Então, se ouvir que o CEO da Apple é gay puder ajudar alguém que esteja lutando para chegar aos termos com quem ele ou ela é, ou trazer conforto para qualquer um que se sinta sozinho, ou inspirar pessoas a insistir em sua igualdade, então vale a pena compensar com a minha própria privacidade."

Olhardigital.uol.com.br
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.
 
agora geral vai sair do armário kkk, complicado