•  
     

Brasileiro não deve misturar Copa com protestos, diz Ronaldo

Imagem


Durante um evento na embaixada do Brasil em Paris para promover a Copa de 2014, o ex-jogador Ronaldo, membro do Comitê Local de Organização, aconselhou os brasileiros a não misturar as reivindicações de melhorias no país com o Mundial de futebol. A observação foi feita após ele se referir às imagens veiculadas no exterior durante os protestos da Copa das Confederações que reforçaram as preocupações já recorrentes com a violência no país.
Ronaldo prefere acreditar que as manifestações não vão se repetir porque “quando chega a Copa do mundo, o clima é muito envolvente”. Ele disse aprovar e achar legítimas as reivindicações dos brasileiros nas ruas, como melhores escolas e hospitais, mas elas não devem ser violentas e nem envolver o Mundial.

“Eu acho que o brasileiro tem que continuar os protestos pacificamente, buscar as repostas dos governos e as melhorias nos setores que a gente precisa. Mas não se deve misturar isso com Copa do Mundo porque está sendo uma grande aliada para o Brasil em termos de investimentos”, disse.

Ronaldo voltou a citar como exemplo a última visita dele à Cuiabá na companhia do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, para vistorias. Segundo ele, foi marcante ter visto um canteiro de obras na capital do Mato Grosso, “investimentos que não foram feitos nos últimos 30 anos”. O ex-craque também citou os investimentos feitos na zona leste de São Paulo, onde se encontra o estádio de abertura da Copa, e as obras no Rio de Janeiro, que dois anos depois vai acolher as Olimpíadas.

“A Copa vai deixar um grande legado no país”, insistiu.

Sobre os atrasos e os problemas mais urgentes a serem resolvidos, Ronaldo foi evasivo: “tem algum pequeno detalhe, uma coisa ou outra para a gente resolver até a Copa mas nada preocupante”.

“Eu não vejo um principal problema, eu vejo um grande entusiasmo cada vez mais da população, um interesse cada vez maior e o povo apoiando a Copa do Mundo”, afirmou.

TAGS: ALDO REBELO - COPA DO MUNDO - ESPORTE - FRANÇA - MINISTRO - MINISTRO DO ESPORTE - RONALDO


fonte?
 
Ah sim, entendo perfeitamente, Sr Ronaldo.
Vale lembrar que copa se faz com estádios, e não com hospitais...
Em que mundo será que esse animal patético vive???
 
"alguns detalhes"....não ninguém me avisou que ...saúde, educação, lazer e segurança deixaram de ser prioridades para se tornarem detalhes...eu acho que o conceito do slogan "Brasil um país de todos" tem que mudar...talvez seja um país de alguns só, cujo os mesmos tem um poder de influência maior....Ronaldo já foi um ícone importante para o país, mais hoje não passa de um velho decrépito e arrogante....Posso estar fazendo um argumento errado mais são princípios como o desse cidadão que a muito tempo o Brasil deixou de ser o país do Futebol...Como já havia afirmado um tempo atrás....posso não entender nada de futebol....Mas de ética e cidadania? Disso eu entendo muito bem...Enfim sei que minha mera opinião não irá mudar em nada mas não quis deixar passar a oportunidade de comentar o tópico....Abraço...e a propóstio o Virgílio estou contigo nessa sua opinião ai meu caro...

Abraço ao autor do tópico e meu amigo Virgílio que fez a citação acima....