•  
     

Android passa iOS como principal sistema no mercado de tablets

Imagem

Em 2013 a venda de tablets com Android superou a de iPads, de acordo com números divulgados pela Gartner. Embora a plataforma da Apple tenha apresentado dados positivos, surgiram muitos aparelhos com o sistema operacional do Google, que atende à crescente demanda nos mercados em desenvolvimento.

120,9 milhões dos aparelhos entregues no ano passado vinham com Android, enquanto apenas 70,4 milhões tinham o iOS. Isso fez com que o sistema do Google arrebatasse 61,9% do setor, enquanto a rival ficou com 36%.

No ano anterior era a Apple que estava na frente, com 52% de participação de mercado graças à venda de 61,4 milhões de iPads. Em 2012 o Android, que vendeu 53,3 milhões, tinha 45,8% de participação.

A representatividade do sistema da Maçã caiu 16,8% entre os dois períodos. Isso aconteceu principalmente porque o iPad não vende tão bem em países em desenvolvimento, justamente a parcela que mais compra tablets atualmente, onde houve crescimento de 145% em 2013 – nos mercados desenvolvidos a alta foi de 31%.

No total, 195,4 milhões de tablets foram comercializados no ano passado, o que representa uma alta de 68% em relação aos 116,3 milhões de 2012. O terceiro sistema mais utilizado foi o Windows, que passou de 1,1 milhão em 2012 (quando tinha 1% de participação) para 4 milhões (2,1%).


APPLE AINDA NA FRENTE

Mesmo que seu software não seja mais o principal do mercado, a Apple ainda é a fabricante que vende mais tablets no mundo, embora sua participação de mercado tenha caído consideravelmente.

A companhia vendeu 70,4 milhões de iPads em 2013, garantindo 36% do setor, enquanto a segunda colocada, Samsung, vendeu 37,4 milhões em ficou com 19,1%. No ano anterior, a Apple tinha 52,8% e a sul-coreana não chegava a 8%.

Hoje a terceira melhor do mercado é a ASUS, que vendeu 11 milhões e tem 5,6% de participação. Na sequência vem Amazon, com 9,4 milhões (4,8%) e Lenovo, com 6,5 milhões (3,3%).


#FONTE
 
Era bem provável isso ter acontecido, afinal até agora ainda não vi outro melhor que ele em questão sistemática!