•  
     

- 7 Coisas que você provavelmenta não sabia sobre as Tatuagens.

Confira 7 fatos que mostram a história deste tipo de arte e algumas outras curiosidades.


Confira 7 fatos que mostram a história deste tipo de arte e algumas outras curiosidades.
Por Rafael Gazzarrini em 27/04/2013


É muito provável que você conheça alguém que tenha tatuagens ou até mesmo que já tenha feito o seu primeiro desenho, não é mesmo? Esse tipo de situação pode fazer com que algumas pessoas pensem que esse tipo de arte corporal seja algo novo e comum — ou que esteja “na moda” há pouco tempo.

Contudo, a história da tatuagem é bem antiga e conta com diversas curiosidades e fatos que nem todo mundo conhece. Por conta disso, o pessoal da Discovery montou uma seleção com informações que não são de conhecimento geral sobre a arte de tatuar e sobre os tatuadores, sendo que alguns aspectos negativos também foram listados.

Está curioso? Então, basta continuar lendo este artigo — talvez as explicações abaixo possam ajudar na sua decisão de fazer ou não uma tatuagem. Aproveite!

1. Tem até data comemorativa
Imagem

É lógico que as tatuagens não são algo unânime, já que há uma quantidade significativa de gente que não gosta desses tipos de “desenhos”. No entanto, levando em consideração o pessoal tatuado, os norte-americanos criaram uma data comemorativa, chamada simplesmente de “National Tattoo Day”, comemorada no dia 5 de junho.

Ao contrário do que muita gente pode pensar, a intenção não é apenas a de chamar a atenção para as tatuagens. A data é utilizada como uma tentativa de mostrar que as tattoos são apenas uma expressão artística da sua personalidade — e não algo feito somente por bandidos, por exemplo.

2. Não, não é novidade

Imagem

As tatuagens são uma forma de expressão cultural muito (muito!) antiga, tanto que a múmia mais velha do mundo, que se chama Oetzi e tem 5,3 mil anos, apresenta os seus próprios desenhos. Neste caso, as “decorações” foram feitas em áreas degeneradas, mostrando que isso deveria fazer parte de algum ritual de cura.

As tatuagens foram utilizadas por diversas tribos e com finalidades diferentes, como definir status social, alguma punição ou até mesmo para mostrar amor. Além disso, diversos elementos naturais já foram usados para criar as tintas da época, como plantas e leite materno.

3. Profissão difícil

Imagem

Como muita gente pode imaginar, tatuar não é algo fácil. Antigamente, a pessoa que se dedicasse à tatuagem deveria passar a sua vida inteira aprendendo o processo de desenhar na pele humana de maneira detalhada e rica — ou seja, era uma profissão de sacrifício.

Hoje em dia, quem quiser virar um tatuador deve se matricular em cursos com esse fim e, depois, se tornar aprendiz de alguém experiente. De acordo com a tatuadora Megan Massacre, no primeiro ano o aluno talvez nem toque em cliente algum, pois ele precisa aprender a limpar o local de trabalho e a tomar cuidados de higiene, por exemplo.

[img]4.%20Nem%20tudo%20é%20aprovado[/img]

Imagem

Apesar da popularidade recém-adquirida, os equipamentos utilizados para fazer as tatuagens não são aprovados pelo órgão norte-americano que regula a qualidade de produtos alimentícios e farmacêuticos.

Isso acontece pelo fato de que os órgãos desse gênero não costumam regulamentar o processo de fazer tatuagens — o que é ruim, já que isso pode permitir o trabalho de tatuadores irresponsáveis. A boa notícia é que há uma tendência para que isso mude e os estúdios de tatuagem passem a ter uma verificação maior.

5. Vermelho da alergia

Imagem

É normal que as pessoas façam tatuagens coloridas, afinal, elas são mais ricas em detalhes e também chamam mais atenção. No entanto, é preciso ter cuidado, pois algumas pessoas podem ser alérgicas ao pigmento vermelho.

Caso você tenha essa intolerância e faça um desenho com a cor vermelha, é bem provável que uma reação alérgica crie grandes feridas na sua pele, deixando o desenho distorcido e desbotado. Portanto, se você costuma ter problemas de pele com brincos ou bijuterias, tenha bastante cuidado.

6. Pode brilhar e vibrar

Imagem

Com o avanço da tecnologia, as tatuagens ganharam mais algumas funções, além de decorar o corpo de alguém. Agora, você pode utilizar tintas que brilham no escuro, que reagem à luz negra ou até mesmo ter uma tattoo que vibra — isso foi feito pela Nokia para avisar que o celular está tocando.

Além de tudo isso, hoje em dia é possível tatuar praticamente qualquer local do seu corpo, como os olhos, pálpebras e outros lugares mais sensíveis, como os órgãos genitais — mas, neste último caso, você precisa ser extremamente corajoso.

7. Beber não é uma boa ideia

Imagem

Algumas pessoas realmente querem ter uma tatuagem, mas acreditam que não vão suportar a dor das agulhadas contínuas e, por conta disso, resolvem apelar para o álcool. Apesar de parecer uma boa solução, essa iniciativa não é recomendável. O motivo é bem simples: o álcool acaba “afinando” o seu sangue.

Por conta disso, o tatuador vai ter mais trabalho para desenhar e o resultado final pode ser pior do que seria. Além disso, isso faz com que você sangre mais, deixando o processo de cura da sua pele mais difícil e até mesmo mais doloroso. Portanto, se você precisar de ajuda para não sentir tanta dor, procure um médico para saber se é possível utilizar algum tipo de medicamento.

Fonte: Discovery
 
NUSSA , A TATUAGEM QUE BRILHA , E MASSA EIM

GOSTEI DA DO TIMAO TAMBEM U.U
 
SombrA# Escreveu:NUSSA , A TATUAGEM QUE BRILHA , E MASSA EIM

GOSTEI DA DO TIMAO TAMBEM U.U

Man, o seu "Timao" e tao ruim, q deu até alergia no cara... KKK zoa.
Mais aew, eu sabia que tinha tatuagem que brilhava, mais não sabia que "Vibrava". Deve ser massa. Novidades né, rs.