•  
     

5 animaizinhos que parecem inofensivos mas que podem ser mortais

Conheça algumas criaturas pequeninas e que são altamente letais.

Quando você pensa em caracóis, formigas e peixinhos, consegue imaginar essas criaturas como sendo mortais? Entretanto, apesar de parecer totalmente inofensivos, existem na natureza algumas espécies desses bichinhos que, na verdade, oferecem riscos bem sérios aos humanos. O pessoal do site WebEcoist publicou um artigo sobre esses animais letais, e você pode conferir alguns deles na lista a seguir:

Peixinho atrevido

Imagem

Você já deve ter ouvido falar sobre um peixinho nativo do Amazonas que, devido ao seu modo de ataque — ele entra pelo pênis e se instala na uretra, de onde só pode ser removido por meio de cirurgia devido à forma de guarda-chuva de suas nadadeiras —, é uma das espécies mais temidas pelos banhistas da região. Pois se você pensava que essa história não passava de uma lenda urbana, é melhor tomar cuidado caso decida nadar nu nesse rio.

Conhecido como candiru, ele é um famoso parasita que se aloja nas guelras de peixes maiores para se alimentar do sangue desses animais. Apesar de existirem poucos registros de cirurgias para a remoção do peixe atrevido, existem evidências suficientes de que o candiru realmente pode “penetrar” em orifícios bem pouco convidativos e causar bastante estrago.

Formigas-cabo-verde

Imagem

Bem, basta prestar atenção na mandíbula da formiguinha acima para imaginar que a picada não deve ser nada agradável. As formigas-cabo-verde, nativas da costa do Atlântico — das florestas do sul da Nicarágua até a Amazônia —, são conhecidas por dar picadas capazes de derrubar uma pessoa adulta, provocando dores excruciantes e alucinações que podem durar por até 24 horas.

Polvo-de-anéis-azuis

Imagem

O belíssimo polvo acima, embora seja pequenino — medindo apenas entre 12 e 20 centímetros de comprimento —, pode ser mortal para os banhistas desavisados. Ele costuma habitar águas tropicais pouco profundas, e quando se sente ameaçado, seus anéis se tornam mais claros e o bichinho ataca, com uma pequena e indolor mordida.

Mas não se engane com a simplicidade do mordisco, pois o polvo-de-anéis-azuis produz uma potente neurotoxina — 10 mil vezes mais poderosa do que o cianeto —, capaz de provocar paralisia motora e respiratória em apenas alguns minutos. E pior: não existe nenhum tipo de antídoto para o veneno!

Caracóis-marinhos

Imagem

Se você é do tipo que adora levar as conchas em forma de cone ao ouvido para escutar o barulho do mar, é melhor começar a ter mais cuidado quando for à praia! Apesar de o cacarol-marinho da foto acima parecer ser inofensivo, ele possui uma espécie de ferrão capaz de injetar uma dolorosa dose de veneno.

E além de doloroso, o veneno pode inclusive ser mortal, especialmente em contato com a água salgada, já que a substância contém neurotoxinas capazes de provocar paradas respiratórias. Ele deve ser amiguinho do polvo acima!

Sapinhos assassinos

Imagem

Eis aqui um bom exemplo do velho ditado “tamanho não é documento”! O sapinho da imagem acima, pertencente à família Dendrobatidae, apesar de muitas vezes medir menos de 1,5 centímetro de comprimento pode provocar a morte de uma pessoa adulta simplesmente ao ser tocado.

Esse minúsculo sapo — nativo da América Central e da América do Sul — é capaz de saltar o equivalente a 50 vezes o seu tamanho e costuma apresentar belas e intensas combinações de cores. Entretanto, eles produzem uma potente neurotoxina, e apenas 40 microgramas dessa substância são capazes de provocar hemorragias, falência dos órgãos internos, paralisia e fazer com que a vítima vá para o céu.


Fonte

http://www.megacurioso.com.br/animais-s ... ortais.htm
 
Nossa man, pensava q não causava nada uma mordida de formiga !@